Menu fechado

O tratamento para escoliose funciona?

O tratamento para escoliose funciona quando

O tratamento para escoliose funciona quando são respeitados seus princípios básicos.

A história deste texto teve origem há muito tempo atrás, lá em 2014.

A mãe dessa linda moça ao meu lado chegou a nós  muito assustada. Haviam dito a ela que somente uma cirurgia poderia resolver o problema de escoliose de sua filha. Procurando por uma solução ela chegou a nós, com isso deixamos de ser alternativa para transformar-nos na sua única opção.

Apesar dos esforços e dedicação delas ao tratamento que vinham realizando até então, a escoliose havia piorado.

Ela tinha uma curva clássica em S, ou seja uma curva torácica direita e uma curva lombar esquerda.

É bom aclarar que esta não é uma escoliose toracolombar como muitas vezes lemos em laudos. A classificação das curvas por sua localização, ou seja, a classificação topográfica,  deve ser feita levando-se em conta a vértebra ápice. Quando temos duas curvas presentes necessariamente teremos dois nomes das regiões onde estão localizadas. Porém, de forma frequente encontramos laudos de duas curvas, uma torácica e uma lombar, com a denominação de toraco lombar. Nesse momento questiono se até em laudos de radiografia a classificação é equivocada o que será do restante?

Depois de uma avaliação minuciosa levando em conta os fatores de predição de piora da curva conversamos, esclarecemos o quadro e apresentamos para elas o programa de tratamento que seria implementado.

O que significa predição de piora de curva?

Você sabe o que significa predição de piora de curva?  Uma escoliose tem características e sinais que mostram se ela terá tendência a piorar. Entre eles estão: os graus da curva quando ela foi detectada, a idade do paciente, se há familiares com escoliose, a localização das curvas, redução das curvas  (no perfil) e achados radiográficos de imaturidade esquelética.

A prescrição foi um programa de exercícios específicos para escoliose.

Aproveito para esclarecer:

É importante entender que os Exercícios Fisioterapêuticos Específicos para Escoliose propostos pelas Diretrizes da SOSORT são Métodos e são únicos. Até o momento não há NENHUMA EVIDÊNCIA de que a combinação ou extraindo-se parte destes métodos representem eficiência para o tratamento da escoliose.

Resumindo não é a evidência que trata a escoliose, não existem exercícios com evidência que tratem a escoliose. O que há sāo evidências de que MÉTODOS ESPECÍFICOS tratam a escoliose;

Reiteramos, nunca a sua combinação ou parte deles.

O Método Schroth e a Abordagem SEAS destacam-se pelo número de publicações científicas no tratamento da escoliose.

Cada um destes exige uma formação com certificação oficial obtida através de instrutores credenciados para tal função.

É muito importante saber distinguir o que são as formações recomendadas pela SOSORT daquilo que quer usar as recomendações tentando validar a sua prática!

Para ter certeza você pode e deve se dirigir aos sites originais de cada método.

Voltando à nossa narrativa

Desde o início, mãe e filha se dedicaram com empenho cumprindo todas as recomendações do tratamento, entre as quais executar diariamente seu programa de exercícios específicos, ficar consciente da boa posição de seu corpo, vir a cada três meses ao Rio de Janeiro (elas são do Sul do país e nunca falharam no seu compromisso), demonstrando desde o início que estávamos formando uma parceria e tanto!

A nossa longa experiência permitiu manter sob controle os efeitos colaterais do colete Milwaukee que tinha sido anteriormente recomendado para ela.

Esse colete, por sua concepção, não consegue atuar para evitar a retificação da cifose torácica, que comprovadamente é um fator biomecânico que promove a piora de curva. 

Houve a necessidade de manter esse colete na época pois no Brasil não havia opção de colete 3D, o que tornava o seu acesso difícil.

Hoje o nosso Instituto oferece a opção do melhor colete 3D da atualidade, permitido pela parceria estabelecida com o NYRC Brace, o mesmo colete utilizado nos melhores hospitais de Nova York especializados no tratamento da Escoliose.

Na sexta-feira passada, dia 29 de novembro, após 5 anos, comprovamos a qualidade do trabalho realizado.

Em uma avaliação de acompanhamento após a alta, (sim isto faz e deve fazer parte do tratamento da escoliose) confirmamos a estabilização da curva que já havia sido atingida há 2 anos. Objetivo alcançado!

Por desconhecimento muitos alegam frequentemente que a estabilidade da curva, em escolioses superiores a 30 graus Cobb, somente se consegue em uma intervenção cirúrgica por um efeito mecânico externo. Este caso como muitos de nossos outros tantos casos contrariou esta crença. 

Ainda não estamos no Natal e já ganhei um super presente.

Para mim tanto profissional como pessoalmente o presente é ter o privilégio de contar com a confiança no nosso trabalho e assim poder acompanhar a transformação dessa menina em mulher que está trilhando o caminho da medicina!

Sim, cursando Medicina, levando uma vida plena, sem ter precisado fazer cirurgia e usufruindo dos benefícios da adesão a um tratamento especializado baseado nas Diretrizes para tratamento da escoliose na fase de crescimento.

Esse é o significado de realização. O melhor presente que se pode ganhar.

Então está provado que o tratamento para escoliose funciona.

Hoje a história é essa.

Nesse momento estamos, eu e minha equipe, continuando a construir outras tantas histórias que reafirmam o nosso compromisso aqui no Instituto de Escoliose e Projeto Escoliose Brasil que foi desde a sua criação em 2011, é, e sempre será o de oferecer o que há de melhor no tratamento da escoliose.

Venha fazer parte e construir uma história de sucesso como essa também.

Patricia Italo Mentges

Publicado em:Tratamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.