Hoje se inicia pelo mundo o mês da conscientização da escoliose.

Nós do Projeto Escoliose queremos nos somar a este grande esforço que no mundo todo se faz para que a sociedade tome consciência desta patologia.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, de 2 a 4 % da população sofre de escoliose, em contas simples seria algo em torno de 6 milhões de brasileiros.

A questão aqui não se trata apenas deste número gigantesco do nosso povo que sofre, se trata sim do descaso claro por parte das políticas de saúde governamentais onde não incluem a escoliose como uma patologia de fácil prevenção e quando identificada prematuramente pode significar toda a diferença na vida de um brasileiro ou uma brasileira.

O que nós encontramos facilmente nos meios de saúde como “solução” é a cirurgia. Esta sem dúvida estará  no fim mas nunca será o inicio da solução.

É importante que se tenha consciência de que na grande maioria dos casos não será preciso chegar à cirurgia, pois os estudos apontam que tão somente,  menos de 20% do total dos casos chegará à cirurgia. Trata-se de casos onde apesar de terem se usado todas as alternativas de um tratamento conservador, evoluirão e tão somente poderão acabar num centro cirúrgico.

Mas afinal porque quase sempre encontramos opiniões dizendo que só uma cirurgia trará solução à escoliose?

A resposta é muito simples: NÃO ENCONTRAMOS POLÍTICAS DE SAÚDE VOLTADAS PARA A DETECÇÃO PRECOCE E A QUASE INEXISTÊNCIA DO TRATAMENTO CONSERVADOR (tratamento não cirúrgico) ou se resumindo este apenas à utilização de colete ortopédico que em muitos casos no Brasil, os modelos recomendados ultrapassam mais de 40 anos desde o início de sua utilização.

Sim, porque o que encontramos no Brasil são coletes que já não fazem parte de estudos por estarem sendo considerados obsoletos (opiniões reiteradamente afirmadas em congressos internacionais de tratamento conservador).

Dentro do tratamento conservador também negligencia-se um outro componente que são os exercícios terapêuticos especializados para escoliose (PASSARAM A SER DENOMINADOS COMO  EXERCÍCIOS FISIOTERAPÊUTICOS ESPECÍFICOS PARA ESCOLIOSE, cometário atualizado), em grande parte pela falta de profissionais especializados e/ou devidamente habilitados e em outra pelo desconhecimento de certos setores envolvidos no tratamento da escoliose, de que existem alternativas para tentar conter o crescimento das escolioses idiopáticas estruturadas.

Hoje é um dia para celebrar com esperança as jornadas vindouras que trarão o conhecimento que a escoliose afeta muitos brasileiros no seu dia a dia e que poderão num futuro próximo contar com todo auxílio que merecem.

Assim, queremos nós do PROJETO ESCOLIOSE BRASIL, ajudar de alguma forma a mudar esta tão ignorada realidade em que vivem os portadores de escoliose e suas famílias que sofrem juntas ao tentarem encontrar o melhor tratamento.

Possam os portadores de escoliose saber que não são os únicos que sofrem e que além de superá-la, podem também ajudar a outros que sofrem muitas vezes em silencio por não contarem a quem recorrer.

Para coroar este mês de reflexão que é dos portadores de escoliose, dos médicos que tratam de forma séria esta patologia, dos fisioterapeutas que diante de uma crua realidade tentam se aperfeiçoar para melhor atender, vamos encerrá-lo com um encontro promovido pelo nosso projeto. O 1º Encontro de portadores de Escoliose no Rio de Janeiro que acontecerá no dia 22 de junho de 2013 no Barra Life Medical Center, na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro.

Este ano será o primeiro de muitos outros que virão e que sirva de inspiração para que em outras cidades a partir de agora organizem encontros semelhantes, permitindo aos portadores encontrar outros iguais que estão em busca de uma qualidade de vida que todos têm direito. (PARECIA UMA PROFECIA,  comentário atualizado)

Força a todos e que nossas vidas comecem a mudar porque todos merecemos ser felizes!

Para que o mês de Junho – mês da conscientização da Escoliose se transforme no mês brasileiro da conscientização da escoliose!

Um grande abraço a todos estes guerreiros encoletados, operados ou não!

 

Junho – mês da conscientização da Escoliose
Classificado como:                        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.