A fase crítica da Escoliose

fase crítica da escoliose

A fase crítica da escoliose. Foi apresentada uma pesquisa esclarecedora nos dias 17 e 18 de Novembro 2016 na Holanda, durante o Congresso internacional de Escoliose de Inicio Precoce o ICEOS denominada: Progressão da Curva em Meninas com Escoliose Idiopática Juvenil durante o período da Adolescência de autoria dos médicos Hong Zhang, M.D. e Daniel J. … Ler maisA fase crítica da Escoliose

Ciclo de Estudos de Escoliose – Sessão I – Galeria de Fotos

Ciclo de estudos de Escoliose: Compreendendo a patologia,

promovido pelo Projeto Escoliose Brasil, aconteceu no dia 03 de setembro a primeira sessão

Este evento foi  conduzido pela Dra. Patricia Italo Mentges, fisioterapeuta co-fundadora do nosso projeto e única profissional certificada com nível Avançado na abordagem SEAS SAA (ISICO – Itália) na America Latina.

O tema em discussão foi  o guideline da SOSORT ( Sociedade Internacional de Tratamento Ortopédico e Reabilitação da Escoliose) de 2011, que estabeleceu as diretrizes do tratamento não cirúrgico da escoliose em todos os níveis tais como médico, fisioterapêutico, ortésico entre outros.

25 profissionais de vários estados do Brasil vieram ao Rio de Janeiro interessados mais do que em técnicas, conhecer a doença e suas consequências quando mal gerenciada.

Parabéns aos participantes que estão se preparando para a segunda sessão deste ciclo que acontecerá no dia 05 de novembro também aqui no Rio de Janeiro.

Cabe destacar que a participação no ciclo de estudos, serve como pré-requisito para a formação continuada sobre a abordagem que será iniciada no próximo ano.

 

Tratamento de escoliose – Pacientes diferentes, tempos diferentes

escoliose tratamento 5 meses

O tratamento de Escoliose – Pacientes diferentes, tempos diferentes.

No ambiente do tratamento de escoliose, quase sempre encontramos proposições sem nenhuma base ou evidencia cientifica.

Milhares de vezes ouvimos a panaceia de que a única forma de tratamento eficiente é a cirurgia. Mais do que frequentemente profissionais envolvidos com este procedimento não levam em consideração que esta proposição já tem mais de 40 anos – mesmo querendo travesti-la de cirurgia minimamente invasiva –  e o tratamento evoluiu no seu tipo e forma.

Vide publicação no SRS (Scoliosis Research Society) Position Statement – Screening for the Early Detection for Idiopathic Scoliosis in Adolescents SRS/POSNA/AAOS /AAP Position Statement

Da mesma forma, encontramos profissionais que acreditavam estar se aprimorando num método de trabalho que se aplica genericamente a muitas alterações e que de forma nada científica propõe um tratamento para a escoliose, lamentavelmente estes métodos ou técnicas não específicas não se sustentam sobre base científica.

Muitas vezes os pacientes que precisam de um tratamento recorrem, por desconhecimento, a profissionais não capacitados e/ou qualificados como é recomendado nos consensos científicos. Para estes reconhecer que seu tratamento está mal conduzido é difícil, se apegam a ele como se se trata-se do último salva-vidas do navio naufragado.

Está mais do que na hora que tanto os profissionais como os pacientes despertem a esta nova realidade. 

Os Exercícios Fisioterapêuticos Específicos para Escoliose (SSE Scoliosis Specific Exercices) são a base do tratamento eficiente e com sustentação cientifica, também o uso de uma órtese de última geração 3D Cad/Cam (Com base no  SRS and Sosort Criteria) permite obter os melhores resultados. Veja link externo

Dentro de tantos de nossos pacientes atendidos, queremos apresentar 4 casos que tem uma relação direta com o título deste post.

 

Caso 1> Adolescente sexo feminino, 12 anos + 2 meses, no início do tratamento,

Escoliose com + de 50 graus Cobb. Paciente e pais se recusando a fazer a cirurgia.

Intervalo entre o primeiro registro e o atual = 18 meses

Tratamento de escoliose sem cirurgia

 

Caso 2 > Adolescente sexo feminino, 13 anos + 5 meses no início do tratamento,

Escoliose com mais de 50 graus Cobb. Paciente e pais se recusando a fazer a cirurgia.

Intervalo entre o primeiro registro e o atual = 5 meses

 

 

Caso 3> Adolescente sexo masculino, 13 anos + 3 meses, no início do tratamento,

Escoliose com + de 50 graus Cobb. Paciente e pais se recusando a fazer a cirurgia.

Intervalo entre o primeiro registro e o atual = 12 meses

Tratamento de escoliose sem cirurgia 2

 

Caso 4> Adolescente sexo feminino, 12 anos + 8 meses, no início do tratamento,

Escoliose com + de 50 graus Cobb. Paciente e pais se recusando a fazer a cirurgia.

Intervalo entre o primeiro registro e o atual = 17 meses

Tratamento de escoliose sem cirurgia 5

 

Todos estes resultados são preliminares. O tratamento de escoliose continua em andamento.

Somos o único centro de tratamento não cirúrgico da escoliose que detém a qualidade de especialista em toda a América Latina.

Defendemos a detecção precoce e o tratamento adequado desde o momento da sua detecção.

“Observar e Esperar não é tratar”

Defendemos que a cirurgia em escoliose idiopática só deve ser recomendada quando foram esgotados todos os recursos técnicos e humanos levando-se sempre em conta a segurança da saúde do paciente.

A escoliose não é o Cobb, título de post anterior, que destaca que não se pode tomar a decisão de realizar uma cirurgia com base apenas nos graus Cobb, isto é, no mínimo uma total falta de conhecimento da história natural da doença.

 

Artigo sobre Terapia Manual induz publico ao erro

Se dedicar ao tratamento não cirúrgico da escoliose exige determinação, compromisso, constante atualização e atuar com prática baseada em evidências científicas. Aliás não só na escoliose é claro, mas especialmente nesta área a atuação do fisioterapeuta é questionada e ainda há falta de qualidade nos estudos que abordam os Exercícios Fisioterapêuticos Específicos para a Escoliose … Ler maisArtigo sobre Terapia Manual induz publico ao erro

Nossas ações em 2014

  2014 Acaba, que venha 2015! Um ano de muitas ações e esperamos um próximo cheio de realizações. Neste ano de 2014 o Projeto Escoliose Brasil realizou muitas ações que resumiremos aqui. Mas ainda precisamos fazer mais, melhorar o nível de consciência sobre a escoliose, aumentar o número de atendimentos sociais e também aprovar na Assembleia Legislativa … Ler maisNossas ações em 2014