exercícios específicos com o uso de coletes

 

Exercícios são bons para quem usa colete. Porque?

O colete é uma ferramenta terapêutica eficaz, sendo indicado em casos de uma escoliose moderada a severa.

Seu uso em tempo integral pode causar alguns efeitos secundários tais como fraqueza muscular e rigidez na coluna, mas isto pode ser melhorado e até mesmo  evitado através de exercícios específicos que podem também aumentar a correção oferecida pelo colete.

Todavia, o terapeuta que ensina os exercícios, tem um papel fundamental tanto no que diz respeito ao apoio como na facilitação da terapia por colete. Vide nosso estudo “Team care to cure adolescents with braces (avoiding low quality of life, pain and bad compliance): a case-control retrospective study. 2011 SOSORT Award winner”. F. Tessadri, A. Pellegrini, M. Tavernaro, A. Zonta, S. Negrini.

O paciente deve ser orientado pelo fisioterapeuta em várias fases, desde a preparação para o uso do colete até sua retirada permanente.

Na fase preparatória do uso do colete os exercícios ajudam às crianças e adolescentes a se acostumarem com mais facilidade, descartando a sensação desagradável causada pelo uso inicial do colete. Exercícios de respiração promovem a adaptação e melhoram a sensação de aperto na região do abdômen.

Muitas vezes os adolescentes têm a oportunidade de discutir com o fisioterapeuta o aspecto estético assim como que tipo de roupa pode disfarçar o colete e até os truques que ajudam a usar uma calça jeans por exemplo.

O fisioterapeuta especializado em escoliose vê tantos pacientes que para ele não há dificuldade em transmitir sua experiência a respeito das dificuldades que outros jovens passaram. Ele também é capaz de ajustar o colete adequadamente quando os jovens estão em crescimento e se for necessário, indicar ao paciente a antecipar o exame médico para avaliar uma possível renovação do colete.

A sessão de exercícios pode ser também uma boa oportunidade para falar abertamente sobre dificuldades encontradas, onde ocorre uma reavaliação completa e também é o momento de  renovar o programa de exercícios sendo por isso essencial respeitar o intervalo de no máximo 90 dias entre cada sessão.

O exercícios devem ser personalizados e específicos, o fisioterapeuta prepara um plano a partir do Raio X do paciente, da visita ao médico especialista e dos dados obtidos na avaliação fisioterapêutica completa. Particularmente o foco (centro) dos exercícios específicos está na auto-correção, ou seja, são os movimentos ativos da coluna nos três planos do espaço na direção corretiva indicada pelo colete.

Muitas vezes nos perguntam se os exercícios específicos devem ser feitos com ou sem colete: a nossa resposta é “depende”. No início quando o colete é usado por muitas horas, é importante inserir alguns exercícios “modelados” pelo colete, de modo tal que se reforce ao máximo as forças de correção impressas pelo colete. Pouco a pouco quando as horas de uso começam a diminuir é fundamental que o adolescente tente corrigir suas curvas de forma ativa e possa ser integrado a seus gestos cotidianos tais como: caminhar, escrever, ler, pular ….

Exercícios específicos com o uso de coletes

Portanto a escolha dos exercícios com ou sem colete depende da fase da terapia, a capacidade de auto-correção e da rigidez da coluna.

A redução de horas de uso de colete torna cada vez mais importante a execução dos exercícios, para consolidar a correção ativa e garantir a sustentação da coluna.

Repetir uma série de exercícios pode ser muitas vezes entediante, quase uma obsessão, mas na verdade o efeito se torna automático, contrário à força da gravidade, tornando-o capaz de executá-los mesmo nas situações mais complexas.

Certamente se trata de um compromisso importante e muito necessário para os adolescentes mas temos certeza que tanto esforço será recompensado. Dizemos isto com confiança, porque em um de nossos estudos foi mostrado que os que não realizam exercícios perdem 5° do resultado obtido.  (“Effectiveness of complete conservative treatment for adolescent idiopathic scoliosis (bracing and exercises) based on SOSORT management criteria: results according to the SRS criteria for bracing studies – SOSORT Award 2009 Winner- Stefano Negrini, Salvatore Atanasio, Claudia Fusco e Fabio Zaina”)

Bom trabalho meninos!!!

Dras Sabrina Donzelli – Fisiatra e Martina Poggio Fisioterapeuta

Fonte: Tradução autorizada ISICO.it

Exercícios específicos com o uso de coletes para tratar a escoliose
Classificado como:                    

2 ideias sobre “Exercícios específicos com o uso de coletes para tratar a escoliose

  • 29 de março de 2017 em 16:14
    Permalink

    VC tem tem algum profissional para recomendar em Brasília? Minha filha fez 12 anos em fevereiro e está com 30º de Escoliose. Deve começar a usar o colete em 15 dias no máximo. Descobrimos na sexta-feira passada e estamos procurando especialistas para nos ajudar.

    Resposta
    • 30 de março de 2017 em 16:37
      Permalink

      Olá, Não temos conhecimento de profissionais qualificados com formação ou que tenham conhecimento para poder ajuda-los. O projeto Escoliose é especializados sendo o único centro exclusivamente dedicado ao tratamento não cirúrgico da escoliose e atendemos pacientes do Brasil inteiro. Nossa especialização nos qualifica. Esperamos poder ajudar de outra forma. Abraço

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.