Menu fechado

Encontro de pais de filhos com escoliose

foto pessoas encontro dos pais instituto de escoliose

Foi um sucessso!

Dra. Patricia Italo Mentges   – Fisioterapeuta

 

E assim foi o nosso primeiro Encontro de pais de filhos com escoliose.

A palavra Encontro significa: afluência, confluência, junção, reunião.

A foto só não mostra o que captamos e como estávamos nos sentindo após esta experiência tão única e tão rica.

O Encontro de pais de filhos com escoliose, teve seu início com a leitura do relato de uma mãe que mora em outro estado, como tantos de nossos pacientes, que por morar distante não pôde estar presente mas fez questão de participar.

Neste relato ela contou a trajetória do caso de sua filha que foi diagnosticada aos 8 anos e que vinha apresentando piora progressiva apesar das intervenções como Pilates dos 8 aos 11, RPG dos 11 aos 14 associado ao colete de Boston e de Milwaukee.
Ela destacou que a partir do tratamento efetuado pelo Instituto, há 3 anos a escoliose de sua filha parou de progredir, contrariando a indicação médica que previa agravamento e consequente necessidade de cirurgia.
A sua filha, antes do tratamento no Instituto apresentava leve alteração na função respiratória que servia de base para a alegação da necessidade cirúrgica.
Após o tratamento ela relata que o exame de espirometria mais recente revelou completa normalidade o que não era apresentado anteriormente. Constatou-se também que há 2 anos a curva está estabilizada contrariando o prognóstico.
Ela destacou também a grande melhora estética e o quanto sua filha está feliz!

Importante ressaltar que a mãe é médica.

A seguir, ao compartilhar suas experiências, os pais perceberam que suas angústias, a constatação da falta de atenção no atendimento médico, consultas rápidas sem avaliações profundas, da banalização do problema, das propostas de tratamentos prévios ineficientes ou até agravadores do quadro, prescrição de terapias sem nenhuma evidência ou embasamento científico, são comuns a todos. Que a realidade do tratamento da escoliose no Brasil é deficiente e no Serviço Público desprovido de conhecimento sobre o tratamento da escoliose desde a sua detecção. Foram varias historias que convergem para a mesma situação.

É importante ressaltar que a participação dos pais e da família no tratamento da escoliose idiopática do adolescente é fundamental. Sem eles não é possível alcançar qualquer resultado.

A execução diária de um programa de Exercícios Fisioterapêuticos Específicos para Escoliose e/ou o uso do colete (quando indicado) exige compromisso e dedicação não só do adolescente mas dos pais e quando for o caso, de toda família. Isto não só representa o único meio de o tratamento ser eficiente como também torna o processo mais leve e muitas vezes revela uma nova faceta do relacionamento devido a percepção por parte do/da adolescente do cuidado de seus pais.

O objetivo deste Encontro de Pais é, através da atenção aos pais, assegurar a adesão e consequente eficácia do tratamento que apresenta muitos desafios e que com toda certeza vai muito além dos Métodos ou técnicas específicos para a escoliose idiopática do adolescente.

Daqui a 3 meses teremos outro, venha participar você também!

Publicado em:Conscientização,Encontros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.