Colete para Escoliose: sua prescrição

Colete para Escoliose: sua prescrição

Há casos em que não é indicado? Que curva deve ter a coluna? Por quanto tempo deve ser usado o colete?

São tantas perguntas que muitas vezes não são respondidas.

Segundo o ISICO (Istituto Scientifico Italiano Colonna Vertebrale ) partindo de um pressuposto que cada avaliação é subjetiva, vai depender da situação de cada paciente.

Sabemos da literatura que em idade adulta, escolioses acima de 30º Cobb podem continuar a evoluir e criar alguns problemas como dor nas costas. Esta probabilidade aumenta progressivamente à medida que nos afastamos do limiar de 30° para tornar-se quase uma certeza na escoliose de 45°- 50°, onde está o limite para a cirurgia.

Por conseguinte, o objetivo do tratamento conservador, tanto quanto possível, é chegar ao fim do crescimento (Risser 5) com uma escoliose abaixo de 30° ou tão próximo quanto possível desta graduação.

O tratamento segue passos com base na gravidade das escolioses que naturalmente são tratadas pelo médico com base em vários outros fatores (período de crescimento, fator de risco de piora, familiaridade, preferencias dos paciente/pais…).

• A escoliose menor que 13-15° Cobb – Observação e exercícios específicos se houverem risco agravamento significativo.

• A escoliose menor que 20° Cobb – Exercícios com controles de 3-4/6 meses dependendo do estagio pubertário.

• A escoliose entre 20° e 25°, é possível escolher entre exercícios ou colete elástico – não existente no Brasil – (raramente se escolhe colete rígido), com base no estagio puberal e a estética. A dosagem do uso do colete rígido será escolhida pelo médico com base na maturidade óssea e a estética.

• A escoliose entre 25° e 30° , uso de colete elástico ou rígido com a dosagem de horas de uso com base no estagio pubertário e a rigidez da curva, podendo ser por tempo integral 23/24 horas ou parcial 18/24 horas.

• Escoliose maior que 30° uso de colete rígido com base na expectativa de crescimento do paciente e a rigidez da curva, por tempo integral. (Certamente tempo integral 30-40°)

Para que a terapia do colete surta efeito, se recomenda um uso de pelo menos 23/24 horas diariamente para depois diminuir progressivamente 1hora e depois 2 horas por um período de 4-6 meses. Se o caso permitir, pode-se começar com menos horas de uso diário, no entanto não pode ser inferior a 18 horas por dia, caso contrário não é terapêutico. A dosagem depende também do Risser (teste de avaliação do crescimento de coluna). Não pode ser usado por menos de 18 horas se o Risser não chegar a 3 (porque até essa idade óssea a escoliose continua a dar surtos de piora e se o colete é usado num número inadequado de horas, corre-se um risco de agravamento da escoliose).

Este texto foi publicado antes da publicação do estudo sobre a comprovação científica do uso de colete.

Publicado no Blog  do ISICO em 22/03/2013.

Tradução autorizada

 

Colete para Escoliose: sua prescrição
Classificado como:            

4 ideias sobre “Colete para Escoliose: sua prescrição

  • 18 de outubro de 2013 em 08:10
    Permalink

    Aos 13 anos tive um acidente que originou uma escoliose de alto risco, foi internado em 1974 fizeram me vários tratamentos tais como Extensão com pesos, Colete em gesso e cirurgia com aplicação de enxertos.
    em 2009 fiz uma cirurgia de melhoramento, defeito físico e São Paulo no Hospital AACD com retirada de 4 costelas.
    A minha pergunta é no sentido de ficar informado, sob qual o melhor exercício físico que devo fazer?.
    Obrigado
    Alexandre

    Resposta
    • 10 de janeiro de 2014 em 15:32
      Permalink

      Alexandre, você nos solicita informação sobre qual exercício físico deve fazer… Este é um grande problema.
      Todo mundo pensa que quando nós falamos de exercícios estaríamos falando de algum tipo de malhação.
      Nós falamos de exercícios porque ainda não encontramos uma denominação mais fácil de entender quando estamos querendo falar de tratamento com fisioterapia que tem ações terapêuticas que denominamos exercícios.
      Como o famoso Dr. Rigo– médico espanhol que já entrevistamos – nos disse: “Todos nós adultos devemos fazer exercícios, a questão é que, quem tem escoliose deve fazer exercícios específicos para a escoliose”.
      Não é possível acreditar que algum tipo de atividade física (exercícios) sirva de modo genérico para todas as escoliose, é importante entender que cada caso e absolutamente cada caso, deve ser tratado com exclusividade. Lamentavelmente no Brasil os profissionais que deveriam estar envolvidos com o tratamento da escoliose ainda não se deram conta da sua complexidade e que ela demanda uma especialização.
      Caso ainda esteja interessado em maiores esclarecimentos não deixe de nos contatar. Obrigado

      Resposta
  • 14 de maio de 2019 em 08:11
    Permalink

    Tenho 27 anos sofro muito com dores na coluna tenho escoliose. Uso colete ortopédico Só quando sinto muitas dores a ponto de andar co. Dificuldade.o que fazer pra melhorar minha condição,?

    Resposta
    • 14 de maio de 2019 em 11:44
      Permalink

      Olá, obrigado pela sua pergunta. Na realidade o que você precisa é de um tratamento adequado para escoliose. O grande problema é que devido ao pouco conhecimento sobre a doença, minimiza-se a sua importância e muitas vezes se recorre a “tratamentos” que não possuem nenhuma evidência científica sobre sua eficiência. Então seguimos as recomendações da Sociedade Internacional de Tratamento da Escoliose SOSORT e oferecemos um atendimento especializado. Somos pioneiros ao introduzir as mais modernas e reconhecidas técnicas para o tratamento e contamos com profissionais como a Dra. Patricia Italo Mentges, conferencista internacional sobre o assunto que possui formações adquiridas no exterior sendo a maior autoridade nacional sobre o assunto. Recomendamos nos enviar o formulário de atendimento neste link: https://to.ly/1z13P para prestar mais informações sobre atendimento.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.